PTAr Monteria Colombia

Com mais de 45 bilhões de dólares, Veolia inaugura a primeira ETAR na região do Caribe em Monteria

A obra, que se torna a sétima maior ETAR do país, beneficiará mais de 120.000 pessoas e favorecerá a expansão urbana da capital de Córdoba. 

 

 Após quase seis anos de planejamento e construção, e com um investimento de mais de 45 bilhões de dólares da Veolia, foi inaugurada a primeira Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) na região do Caribe colombiano, no nordeste da capital de Córdoba.

 

Esta, que é a segunda fase do projeto, é a sétima maior estação de tratamento de águas residuais em operação no país e visa promover a expansão urbana da cidade, liberar 20 hectares para uso institucional e promover a dinâmica de desenvolvimento e crescimento de cerca de 120.000 habitantes.

 

O projeto tem capacidade instalada de 350 litros por segundo (l/s) e um sistema automatizado de tratamento de água que consiste em: processos de pré-tratamento, tratamento secundário por filtros trickling, aeração, sedimentação e tratamento de lodo, a cidade recebe um salto tecnológico de padrões internacionais.

 

Este trabalho completa a rota do saneamento básico em Monteria, onde já tínhamos 100% de cobertura no tratamento de águas residuárias domésticas na área urbana. Também é notável que este crescimento foi acompanhado por um grande aumento na cobertura das redes de esgoto, no qual passamos de 27% em 2007 para 98% até o final de 2021. Dessa forma, se torna possível oferecer à população de Córdoba mais competitividade no meio da reativação social e econômica na qual a Colômbia está imersa. Esta nova infraestrutura representa um verdadeiro salto tecnológico no tratamento de águas residuárias domésticas, atendendo aos altos padrões internacionais.
Óscar García Poveda
Diretor Nacional da Veolia Colômbia Panamá

Um aspecto importante a destacar é que o financiamento para a construção e comissionamento deste complexo veio 100% da Veolia, razão pela qual os usuários de Monteria não terão qualquer aumento na tarifa atual cobrada pelo serviço.

 

 Com esta entrada em operação, a construção da fase 3 do projeto começa automaticamente, o que envolverá um investimento de US$15.000 milhões e aumentará a capacidade instalada para 525 l/s.